Voltar

Pedro Beleza Moreira de Castro e Lemos

19 anos Linfoma Hodgkin, 2008, Familiar
Tinha eu 16 anos quando soube que o meu pai estava doente. Foi-lhe detetado um linfoma de Hodgkin e passei momentos bastante complicados. A cada dia que passa, penso no que me aconteceu a mim e à minha família. Graças a Deus, o meu pai conseguiu tratar-se, superou o problema, mas mudou algo na minha vida. Li uma vez que mais importante do que o problema, do que a própria luta contra a doença é a resposta psicológica que se dá ao problema. Concordo plenamente, e aproveito para aconselhar a todos aqueles que combatem a doença, a não deixarem que este problema mude radicalmente a vida das pessoas que rodeiam o doente. O meu pai na altura não me conseguiu dizer qual era o seu problema e, apesar de saber que essa sua intenção era positiva, não deixou de me magoar. A comunicação entre o doente e as pessoas que o rodeiam é essencial. É fundamental mantermos o equilíbrio emocional, passei por uma situação complicada e sei que se fizermos tudo para tornarmos as nossas vidas normais podemos ganhar muito com isso. Aconselho também a não sermos pessimistas e a olhar para a vida como uma corrida. Acontecem problemas a toda a gente. Temos é de continuar a correr e a lutar ou ajudar a lutar aqueles que combatem este problema de saúde. Pode acontecer tudo na nossa vida, mas não podemos nunca perder a alegria e a vontade de viver. “Aquilo que não nos mata, torna-nos mais fortes”
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tinha 14 anos quando me diagnosticaram linfoma Hodgkin. Vivia num Alentejo num tempo sem computadores nem informação. Não sabia o que era o cancro... No...Ana Silva, 37 anos, Linfoma Hodgkin, 1988Ler mais
  • Tenho 19 anos e estou doente. Em julho de 2011, pensava eu que ia ter umas férias de verão tranquilas junto dos meus amigos, a apanhar banhos de sol e a...Eduardo Lopes, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2011Ler mais
  • Em fevereiro de 2005, devido a uma dor que sentia numa axila, fui ao médico, que na altura optou por fazer uma ecografia seguida de biópsia, em que foi...Vera Baltar, 31 anos, Linfoma Hodgkin, 2005Ler mais
  • Olá! Espero que isto ajude quem esteja a passar ou que conheça alguém que esteja a passar por um cancro - especificamente, linfoma de...Filipa Martins, 18 anos, Linfoma Hodgkin, 2014Ler mais
  • Vencer é a palavra de ordem!Início de 2012 cansada, e até algo deprimida, alto no peito, deve ser coluna... pensei, longe estava do que realmente...claudia neves, 45 anos, Linfoma Hodgkin, 2012Ler mais
  • Tudo começou numa tarde de calor, em que estava com um grupo de amigos e o meu namorado no rio.Na manhã seguinte, ao acordar, apalpei um diminuto...Débora Faria, 22 anos, Linfoma Hodgkin, 2014Ler mais
Apoios & Parcerias