Voltar

Rosa pereira

49 anos Mama, 2010, Doente
Chamo-me Rosa, tenho 49 anos. Em agosto de 2010 foi-me diagnosticado um carcinoma invasivo da mama de grau III. Passei por 6 sessões de quimioterapia com todos os efeitos secundários que esse tratamento provoca, vou também fazer mastectomia total da mama direita, mas o mais importante é que fique curada porque a parte estética tem solução como todos sabemos. Com o grande apoio da minha família e amigos tenho conseguido ultrapassar de forma muito positiva esta situação que não é, de forma alguma, fácil para ninguém. Aconselho a todas as pessoas que sejam positivas. Não liguem aos pormenores sem importância, tipo queda de cabelo, etc. Foquem-se apenas nas coisas importantes como seja o amor da família e dos amigos, o apoio da equipa médica e de enfermagem que nos acompanha e pensem que é uma situação passageira que tem solução quando detetada a tempo, e, principalmente, apreciem o que a vida tem de bom em especial a família e os amigos.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em 2003 fui surpreendida com um cancro da mama, mas posso dizer que além do choque existia uma leve calma. Fui operada três vezes em apenas 4 meses. Tive...Manuela Moreira, 49 anos, Mama, 2003Ler mais
  • Em maio deste ano foi-me diagnosticado cancro da mama. Sem qualquer antecedente familiar e sem outros fatores de risco (sou mãe de 3 rapazes, amamentei,...Ana Ferreira, 43 anos, Mama, 2014Ler mais
  • Foi no dia 23 de fevereiro que, após uma mamografia e ecografia mamária, fui confrontada com esta doença. No início fiquei sem reação. Depois veio o...Carla Silva, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Pois é minhas amigas. Não desanimar é a principal terapia. Depois de um dia complicado de trabalhos em casa, enquanto tomava um banhinho, reparei que na...ana barroco, 49 anos, Mama, 2009Ler mais
  • Fui mãe recentemente, um bebé muito desejado por mim e pelo meu marido. Eu tinha uma má formação nos órgãos femininos que me colocava alguns entraves...Isabel Patricia, 29 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Eu tive cancro de mama. Quando soube, foi como se se abrisse um poço sem fundo, mas consegui com a força de amigos e família. Por isso, digo a quem tem...Graciete Santos, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias