Voltar

Rosa pereira

49 anos Mama, 2010, Doente
Chamo-me Rosa, tenho 49 anos. Em agosto de 2010 foi-me diagnosticado um carcinoma invasivo da mama de grau III. Passei por 6 sessões de quimioterapia com todos os efeitos secundários que esse tratamento provoca, vou também fazer mastectomia total da mama direita, mas o mais importante é que fique curada porque a parte estética tem solução como todos sabemos. Com o grande apoio da minha família e amigos tenho conseguido ultrapassar de forma muito positiva esta situação que não é, de forma alguma, fácil para ninguém. Aconselho a todas as pessoas que sejam positivas. Não liguem aos pormenores sem importância, tipo queda de cabelo, etc. Foquem-se apenas nas coisas importantes como seja o amor da família e dos amigos, o apoio da equipa médica e de enfermagem que nos acompanha e pensem que é uma situação passageira que tem solução quando detetada a tempo, e, principalmente, apreciem o que a vida tem de bom em especial a família e os amigos.
Voltar

Outros Testemunhos

  • (...) Estava envolvida num projecto profissional intenso em Lisboa, faltava-me tempo para parar e pensar... Mas estava muito assustada com o nódulo no...Fernanda Simões, 46 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Exercendo a profissão de Professora do 1º Ciclo do Ensino Básico na minha aldeia, sempre realizei os exames de rotina no período de férias, a fim de...Maria Ferreira, 55 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Conheci o cancro na primeira pessoa há um ano atrás. Há um ano e um mês que convivo diariamente com ele, trato-o por tu, mas recuso-me a deixar que ele...Anita Chouriço, 39 anos, Mama, 2010Ler mais
  • No dia 27 agosto de 2010 cheguei a casa do trabalho e verifiquei que tinha líquido no meu mamilo direito. Fui fazer os exames e no dia 30 setembro foi-me...Fernanda Ferreira, 39 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em maio deste ano foi-me diagnosticado cancro da mama. Sem qualquer antecedente familiar e sem outros fatores de risco (sou mãe de 3 rapazes, amamentei,...Ana Ferreira, 43 anos, Mama, 2014Ler mais
  • Olá companheiros de guerra, o meu primeiro cancro de mama apareceu aos 23 anos, foi detectado precocemente, retiraram-me o nódulo, fizeram-me o...Andrea Gomes, 34 anos, Mama, 2001Ler mais
Apoios & Parcerias