Voltar

Sandra Agrela Fernandes dos Santos

43 anos Mama, 2005, Doente
Em janeiro de 2005 apercebi-me de um inchaço na mama esquerda, consultei o médico (…). Fiz anti-inflamatórios, antibióticos, mas nada, até que solicitei uma mamografia. No dia 1 de junho soube a pior notícia da minha vida: cancro de mama, ironia do destino, no dia mundial da criança! Foi tudo muito rápido, não havia tempo a perder. No dia 9 desse mesmo mês fiz a minha 1ª quimioterapia (…). Até novembro foram 6 ciclos de quimioterapia, mastectomia radical com esvaziamento axilar, depois mais 4 ciclos, reconstrução mamária, radioterapia, tudo muito doloroso, mas ultrapassado com o amor da família, nomeadamente, filhas e marido. Depois foi a reconstrução do mamilo e a tatuagem da auréola. Afinal, tinha direito a tudo o que me foi retirado! Por mais difícil que a situação seja temos de encarar a vida pela positiva, vendo o lado positivo das situações. Hoje sinto-me triunfante desta situação menos boa da minha vida (…). A todas as mulheres que passam por uma situação destas muita força e coragem!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tinha acabado de saber que a minha filha ia ser internada para fazer uma laparoscopia com vista a determinar as causas da infertilidade com que lutava há...helena santos, 56 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Aos 32 anos, a vida sorri-nos todos os dias, principalmente quando temos um bebé a crescer dentro de nós, de repente perdemos esse bebé, por fatores...Marlene Duarte, 32 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Maternidade depois do cancro. O meu testemunho é de esperança porque, após me ter sido diagnosticado cancro aos 28 anos, quatro anos depois, engravidei...Guiomar Pereira, 28 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em janeiro de 2008, eu e a minha mulher estávamos super felizes. Descobrimos que ela estava grávida do nosso segundo filho. Tínhamos tido o primeiro em...hugo santos, 29 anos, Mama, 2008Ler mais
  • Em agosto de 2015 recebi a noticia mais amarga da minha vida: cancro de mama. E depois de fazer biópsia descobri que era um pouco mais complicado....Maria Martins, 51 anos, Mama, 2015Ler mais
  • Em junho de 1991, depois de uma mamografia, por causa de um pequeno “altinho” na parte inferior da mama esquerda, que teimava em não desaparecer, li no...Gabriela, 57 anos, Mama, 1991Ler mais
Apoios & Parcerias