Voltar

Susana Coelho

39 anos Mama, 2015, Doente
Olá! Venho deixar o meu testemunho. Tudo começou a 5 de junho 2015. Estava deitada a brincar com o meu filho de 4 anos e senti dores na mama e picada. Estranhei e ao apalpar achei que a mama direita não estava igual à esquerda, pelo que liguei para o centro saúde para marcar consulta com a médica familia que por sorte estava de urgência. Medicou-me, passou-me credencial para fazer mamografia e ecografia mamária. (...) Dia 18 fui fazer os exames normalmente e não me deixaram sair de lá sem os exames e mandaram-me ir urgentemente ao hospital. Fiquei assustada. Receitaram-me antibiótico e no dia 30 fui à consulta. O médico viu a mama direita e pediu uma biópsia, que fiz no dia 9 de julho. Os resultados deram positivo. O chão caiu-me nesse dia, o mundo desabou todo em cima de mim, chorei. (...) No dia 29 julho fiz centigrafia óssea e recibi o euromilhões, nem uma metástase, que noticia boa! Chorei de alegria com força para no dia seguinte começar a maior luta da minha vida, e assim foi. Acabei a quimioterapia a 12 novembro e a 15 janeiro 2016 fiz cirugia mastectomia radical com esvaziamento de axila. Estou a acabar a radioterapia, já só me faltam 6 sessões, já tenho cabelo, já desinchei mas ainda estou inchada. Hoje vivo um dia de cada vez, tenho a consciência que vou ser vigiada para o resto da vida, não é fácil esta doença, é a doença da paciência mas encará-la com positividade, coragem e força é meio caminho para a vitória. (...) O meu obrigado aos enfermeiros, filhos, família, amigos, conhecidos e ao meu psicólogo. Não sou uma sobrevivente, sou uma vencedora, para a frente é que é caminho. A vontade de viver ganha ao cancro. Sejam felizes!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em novembro de 2009 foi-me diagnosticado cancro da mama. O meu primeiro pensamento? Pensei que ia morrer... O mundo desabou a meus pés, depois a esperança...Vera Vilar, 30 anos, Mama, 2009Ler mais
  • Aprendi, durante o tempo em que estive doente, que cancro não é sinónimo de morte, mas sim sinónimo de luta!Apesar de ficarmos curadas, nunca mais...Custódia Esturra, 43 anos, Mama, 1995Ler mais
  • Olá, sou a Vânia e espero que com o meu testemunho possa ajudar algumas pessoas! Numa manhã, quando me espreguiçava ao sair da cama encontrei um papinho...VANIA FERREIRA, 28 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Foi no dia 23 de fevereiro que, após uma mamografia e ecografia mamária, fui confrontada com esta doença. No início fiquei sem reação. Depois veio o...Carla Silva, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Quero falar de vida!Em 2004 foi-me diagnosticado cancro da mama. E pensei - e agora? Depois de algumas lágrimas argumentei comigo: tens um problema- ...madalena Santos, 56 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Com 48 anos, robusta e saudável, fui fazer a mamografia e ecografia de rotina. A demora do médico a observar e a comparar as radiografias, o pedido à...Maria Oliveira, 52 anos, Mama, 2008Ler mais
Apoios & Parcerias