Porque quem precisa, precisa de nós!

Contribua com o seu donativo
Voltar

Vera Pedro

34 anos Mama, 2012, Doente
No dia 9 de março de 2012 foi-me diagnosticado um cancro da mama. Nesse dia parecia que tinha chegado o fim de tudo, que tinha chegado a minha hora mas tal não aconteceu, passado um ano estou aqui com muita força para continuar a lutar. Foi o pior ano da minha vida, quimioterapia, mastectomia total com reconstrução imediata e radioterapia. Foi um ano de muita dor física mas a psicológica foi a pior, mas acreditem que se eu consegui, todos vós conseguem. A minha melhor amiga faleceu há uns anos atrás com cancro da mama e eu nunca pensei que tal doença me viesse bater a porta porque achava que era saudável e fazia as minhas consultas de rotina, mas enganei-me porque bateu à minha porta, entrou sem pedir autorização. Mas hoje estou aqui para vos dar um testemunho de esperança porque não posso dizer que é fácil mas posso dizer que é superável, com o apoio familiar e dos amigos é muito mais fácil. É meu hábito dizer que não foi fácil, mas sem a família e amigos teria sido muito mais difícil. E acreditem que a força interior e a fé do doente oncológico é muito importante para a recuperação e eu sou prova disso mesmo. O meu lema de vida hoje é viver um dia de cada vez sem planos para o dia de amanhã.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Há 7 anos, ao fazer a depilação nas axilas, detetei que algo não estava bem, embora não conseguisse fazer a palpação do nódulo. Fui no mesmo dia ao...Isabel Coelho, 56 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Pois é minhas amigas. Não desanimar é a principal terapia. Depois de um dia complicado de trabalhos em casa, enquanto tomava um banhinho, reparei que na...ana barroco, 49 anos, Mama, 2009Ler mais
  • A todos aqueles que percorreram o caminho mais sinuoso do mundo... A todos aqueles que o estão a percorrer... A todos aqueles que o irão percorrer......Adília Carvalho, 50 anos, Mama, 1997Ler mais
  • Deixo aqui muita força a todos aqueles que estão a passar por esta experiência.anabela franco, 54 anos, Mama, 2009Ler mais
  • Tudo começou em dezembro de 2008, quando detetei, por acaso, um nódulo no peito. Na altura fiquei em pânico, marquei de imediato uma consulta e o médico...Rita, 29 anos, Mama, 2009Ler mais
  • Corria o mês de Julho, quando a minha mãe foi solicitada para realizar o rastreio do cancro da mama. Ao princípio recusou, na verdade, nunca gostou de...Joana Rocha, 18 anos, Mama, 2012Ler mais
Apoios & Parcerias