Voltar

Almerinda Marta

36 anos Colo-Rectal (Intestino), 2010, Familiar
É com grande tristeza que eu estou a dar o meu testemunho pois infelizmente perdi a minha mãe em 7 meses, com um tumor no recto. Sinto-me derrotada pois era uma luta nossa. Eu estive sempre presente em tudo desde que lhe foi diagnosticado o tumor (fui a primeira a saber). Não me quero lembrar o que senti, mas ao mesmo tempo senti uma força de lutar. Eu nunca deixei que ela se apercebesse de nada. A minha mãe tinha uma colostomia e nunca foi ela a mudar-se pois ela não era capaz. Fui sempre eu em tudo: na medicação, nas consultas, nos tratamentos... estávamos sempre juntas até quando ela morreu. (...) Só uma coisa me consola, é que nestes 7 meses que a minha mãe esteve doente eu fui filha, mãe, médica, enfermeira, e uma grande amiga para ela. Fiz tudo. Por isso digo a todos os familiares de pessoas doentes que não basta perguntar se está melhor, e dizer "força". Façam mais que isso e nunca os deixem sentirem-se sozinhos. E não deixem de tratar deles por não terem coragem de terem que lhes fazer algum tipo de higiene porque para eles é melhor sermos nós a cuidar deles. Eu tive uma grande experiência pois tratei de tudo e sempre a cantar porque ela gostava de cantar. É isso que me faz sentir bem e me consola - eu cuidei da minha mãe.
Voltar

Outros Testemunhos

  • O meu testemunho não tem um final feliz, mas não queria deixar de homenagear a coragem de um pai que mesmo contra todos os diagnósticos nunca acreditou...Andreia Pires, 29 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Em Novembro e 2016 foi diagnosticado cancro à minha mãe. Posso dizer que foi sem dúvida o pior dia da minha vida, o mundo desabou,...Vânia, 23 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2016Ler mais
  • Tenho 37 anos e sou mãe de um rapaz de 11 anos que é a minha vida! Mas há 16 meses atrás tudo mudou quando me foi diagnosticado um adenocarcinoma no...olívia silva, 37 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Olá, chamo-me Solange e venho falar do meu pai que foi doente oncológico. Foram dois anos de muita luta, tenho poucas palavras para exprimir, ou saber...solange vaz, 32 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2009Ler mais
  • Foi algures em meados de junho ou julho que descobrimos. Lembro-me que íamos preparar as coisas para a mudança de habitação na semana seguinte, quando...Sara Raquel, 23 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2007Ler mais
  • O difícil é começar... O meu pai teve cancro no intestino. Foi operado, tendo ficado durante um ano com um saco (não me recordo do nome que lhe dão)....Sandra Martins, 40 anos, Colo-Rectal (Intestino)Ler mais
Apoios & Parcerias