Voltar

Almerinda Marta

36 anos Colo-Rectal (Intestino), 2010, Familiar
É com grande tristeza que eu estou a dar o meu testemunho pois infelizmente perdi a minha mãe em 7 meses, com um tumor no recto. Sinto-me derrotada pois era uma luta nossa. Eu estive sempre presente em tudo desde que lhe foi diagnosticado o tumor (fui a primeira a saber). Não me quero lembrar o que senti, mas ao mesmo tempo senti uma força de lutar. Eu nunca deixei que ela se apercebesse de nada. A minha mãe tinha uma colostomia e nunca foi ela a mudar-se pois ela não era capaz. Fui sempre eu em tudo: na medicação, nas consultas, nos tratamentos... estávamos sempre juntas até quando ela morreu. (...) Só uma coisa me consola, é que nestes 7 meses que a minha mãe esteve doente eu fui filha, mãe, médica, enfermeira, e uma grande amiga para ela. Fiz tudo. Por isso digo a todos os familiares de pessoas doentes que não basta perguntar se está melhor, e dizer "força". Façam mais que isso e nunca os deixem sentirem-se sozinhos. E não deixem de tratar deles por não terem coragem de terem que lhes fazer algum tipo de higiene porque para eles é melhor sermos nós a cuidar deles. Eu tive uma grande experiência pois tratei de tudo e sempre a cantar porque ela gostava de cantar. É isso que me faz sentir bem e me consola - eu cuidei da minha mãe.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Perdi o meu pai no dia 27 de abril de 2010. Ainda hoje sofro muito com a sua partida, não estava a espera de perder o meu pilar tão cedo e tão depressa,...Sofia, 28 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Em 18 de janeiro de 2008, depois da ida ao WC, vi a sanita com muito sangue. Nesse dia, fui ao médico. Uma semana depois fiz uma colonoscopia. Foi-me...António Ferraz, 58 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2008Ler mais
  • Em 2006 o meu pai faleceu com um cancro que, pelo percebo é raro e mortal, sarcoma, mais precisamente lipo-sarcoma. Sou filha única e foram tempos muito...Cristina Madeira, 36 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2007Ler mais
  • Olá, tive cancro do cólon em 2007. Como era muito próximo do reto, tiveram que me fechar o intestino. Neste momento tenho um estoma definitivo. Quando o...maria nogueira, 37 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2007Ler mais
  • Durante dois anos lutei com o meu querido pai contra a doença que, infelizmente acabou por ser mais forte.Contudo, tenho de enaltecer a força e a...Sofia Nobre, 28 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Em outubro de 2002, tinha 40 anos e comecei a ter fortes dores abdominais. Fui vista por médicos que suspeitaram de gastrite. Fiz uma ecografia que nada...Teresa André, 50 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2002Ler mais
Apoios & Parcerias