Voltar

Andrea Gomes

34 anos Mama, 2001, Doente
Olá companheiros de guerra, o meu primeiro cancro de mama apareceu aos 23 anos, foi detectado precocemente, retiraram-me o nódulo, fizeram-me o esvaziamento axilar e fiz todos os tratamentos que na altura acharam que era o melhor, quimioterapia, radioterapia, braquioterapia, hormonoterapia, enfim.Mas valeu a pena, pois durante nove anos andei lindamente, casei, engravidei e tive o meu tesouro(filho) no final de 2008. Não fiz mamografia em 2009 porque poderia dar alguma alteração devido à gravidez, segundo o oncologista, e quando fiz em 2010 a doença tinha voltado, na mesma mama. Propuseram-me a mastectomia à mama doente mas por proposta minha acabei por fazer uma mastectomia total das duas mamas e fiz a reconstrução imediata.No decorrer dos exames detectaram-me uma metástase no figado. Fiz novamente quimioterapia, o tumor diminuiu e removeram-me a lesão. Desde então faço o tratamento de anticorpos e um tratamento de quimioterapia paliativa que, felizmente, tem mantido a doença ausente. Mais de que tudo quero deixar aqui uma palavra de força e esperança e dizer-vos que lutem sempre com muita esperança e vivam intensamente, amem e nunca desistam!!! Beijinhos para todos!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Corria o ano de 2010. Era um ano de novas esperanças, com o nascimento de uma nova neta. As forças já tinham sido retemperadas com o usufruto de...Marco Santos, 59 anos, Mama, 2010Ler mais
  • 1 de junho de 1999, dia da criança. Foi na brincadeira com as minhas filhas que uma delas me tocou no peito e me doeu. Apalpei de imediato o local e...Isabel, 56 anos, Mama, 2001Ler mais
  • Tinha acabado de saber que a minha filha ia ser internada para fazer uma laparoscopia com vista a determinar as causas da infertilidade com que lutava há...helena santos, 56 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Foi precisamente há 4 anos que foi diagnosticado cancro da mama na minha mãe. Quando soube nem queria acreditar, o meu coração caiu, senti um enorme...Carmen Iglesias, 22 anos, MamaLer mais
  • Com apenas 36 anos de idade e com 2 filhas pequenas (uma com 6 anos e outra com quase 2) foi-me diagnosticado um cancro da mama. A minha maior dor foi...Sandra Santos, 45 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Convivo com esta doença já há muito. Primeiro uma tia mas não tive muito contacto, depois uns anos mais tarde o meu pai eu...Helena Carreiro, 52 anos, Mama, 2016Ler mais
Apoios & Parcerias